Archive for dezembro \06\UTC 2009

Feliz Natal! :)

06/12/2009

Merry XMas! 😀

Olá, pessoal! Hoje eu estou inspirado pra escrever. Sim Senhores. Como o mundo inteiro sabe, estamos em época natalina, cada dia mais perto do dia 25 de Dezembro, do dia em que Jesus Cristo nasceu e que comemoramos com uma bela ceia na noite de 24 de Dezembro! “Okay, Sett. Todos nós sabemos disso. Eu vim aqui para ver dicas.” Quem disse que hoje não vai ter dicas? Pois vai ter! Mas dicas de leituras natalinas. Uma leitura, para ser mais exato. A maioria de vocês já devem ter escutado, ou até assistido uma história de um velho homem e ranzinza chamando Ebenezer Scrooge, como o filme recente da Walt Disney. Mas você já leu esse clássico natalino de Charles Dickens? Um conto mais antigo que você e que nunca perde a magia, a moral, a história de como um velho homem conseguiu compartilhar, amar, tudo com um sonho em uma noite de Natal. O título original é “A Christmas Carol”, ou, ao pé da letra, “Um canto de Natal”. No Brasil, há várias variações de tradução desse título, mas isso não importa. Hoje, trouxe pra você o conto traduzido, para baixar e ler (em PDF – qualquer coisa, baixe o Adobe Reader). Aí vai o link para o download:

Baixe Aqui! Uma Aventura de Natal – Charles Dickens (traduzido)

Bom, é isso. Depois colocaremos mais dicas natalinas e dicas de livros diversos. Abraços e Beijos do Sett 🙂

Confissões de um leitor.

06/12/2009
Diários do Vampiro

Capa

Olá, amigos e amigas. Bem, ontem a noite, fui comprar, aqui na livraria perto de minha casa, o famoso livro Diários do Vampiro, de L.J.Smith. Bem, deve ser um bom livro – pensei, – pois até série da Warner Channel virou. Gosto é algo muito individual, não? Sim, comecei a ler logo ontem a noite, e confesso, não saí do segundo capítulo. Opinião do Sett: Não gostei, pelo menos não do começo. Vou continuar a ler e tal, mas o começo é extremamente chato e típico de filme americano, com a pop do colégio, o bonitão que ela quer conquistar e um vampiro que suga coelhos e raposas. O seriado eu nunca assisti, mas depois vou ver alguns episódios pelo Youtube para comparar com o pouco do que eu li. Se o livro melhorar, eu escrevo uma resenha falando mais para quem ainda não leu. Mas se formos comparar com outros livros de Vampiros, como Crepúsculo, não há comparação. A Saga de Stephenie Meyer – pelo menos o começo, claro – é bem melhor. Well done.

Abraços do Sett. 😉

Histórias na Internet.

04/12/2009

Dica de hoje. Lua Maná

Olá, Senhoras e Senhores. 🙂 Meu primeiro post, tirando o “Olá!”, que não podemos considerar como um post.

Meu nome é Sett, e hoje estarei falando de um site que encontrei quando estava viajando internet afora. É um blog, para ser mais exato. Tem histórias escritas pela autora, e coisas que ela fala sobre sua vida. Pouca coisa, mas o interessante é a história. O blog se chama “Lua Maná”, mas o endereço tem escrito Mean Less Domain… ( entre aqui. ) Nas postagens, vemos o que parece ser o primeiro capítulo de um suposto livro virtual, o “Dilema Infundado”. Quer ver um trecho? ;D

O céu escuro cantava uma canção melancólica sobre as duas inimigas. A caçadora venenosa e a presa indefesa.

Fréah estava desesperada com a idéia de Méharën ter capturado todos os seus projéteis.

– Tem certeza de que quer continuar me dando forças?

– Essa tempestade de raios vai pesar em suas mãos, gatuna. – respondeu a alquimista ainda não convencida de seu erro.

Méharën deu alguns saltos para trás e escalou rapidamente a coluna inteira mais próxima; em seguida, jogou-se ao ar.

Leia mais no blog dela. Seu nome, ou pseudônimo, é Agáh Duff. Okay, agáh. Você tem um futuro ótimo futuro como escritora! Amanhã temos mais dicas de livros, textos, ou até, quem sabe, blá-blá-blá diversos! 😉

Abraços, Sett.


Os Imortais – Para Sempre

04/12/2009

Olá queridos leitores.

Aqui estamos nós, com o primeiro post do blog.

Antes de qualquer coisa, quero dizer que estou amando a idéia de dividir com o mundo meus gostos literários. Aqui eu e meu amigo Sett Stephen lhe daremos algumas dicas de livros que são realmente legais de se ler.

Bom, talvez devêssemos começar falando da maravilhosa, encantadora, viciante, ofuscante e interessante série da escritora Stephanie Meyer – a série Twilight [Crepúsculo]. Não podemos negar que a historia do vampiro mais fofo e exagerado do mundo é uma boa dica de leitura, mas isso já está mais que evidente na sociedade que vivemos hoje em dia, pois em cada canto do mundo que você vai acaba por encontrar alguma coisa sobre a historia. São DVDs, livros, revistas, entrevistas, vídeos e tudo mais que se possa imaginar, então – pelo menos eu – não terei o trabalho de citar [mais ainda] opiniões sobre essa série [por mais que eu seja viciada].

Mas voltando ao assunto que realmente interessa aqui, hoje vou falar de uma série que ainda está à procura de espaço entre os jovens. Ela é um tanto que desconhecida – ainda, eu espero – mas não deixa de ser boa.

Outro dia, quando eu tinha acabado de sair da sala de cinema de New Moon, acabei por entrar em uma livraria e encontrar dois livros que me chamaram muito a atenção. Não vou negar que a capa foi uma grande influência, mas quando li a sinopse fiquei curiosa, pois a principio parecia ser bem chicle como essas outras variadas historias de seres inexistes que estão aparecendo incontrolavelmente por ai. Comprei o livro dois dias depois, super ansiosa para formar uma opinião e poder ter certeza que era apenas uma obra qualquer de vampiros ou coisas do tipo. E acabei por me enganar.

Capa do primeiro livro da série Os Imortais.

Capa do livro Para Sempre

A série Os Imortais de Alyson Noel é o meu novo vicio – não que Twilight tenha perdido seu lugar, pelo contrario meu amor por essa série só aumenta. O primeiro livro da série chama-se Para Sempre (Evermore – titulo em inglês), e nesse primeiro volume nós temos uma avalanche de informações e acontecimentos.

A historia é contada na primeira pessoa do presente, na visão da personagem principal, Ever Bloom. Ela uma adolescente que passa por uma fase difícil da vida. Até alguns meses atrás ela era uma garota normal, popular, linda, legal, e vivia no mundinho cor-de-rosa que grande parte das garotas vivem; até que um acidente acontece. No acidente de carro que estavam ela, sua irmã e seus pais, ela foi a única que sobreviveu, e quando acorda no hospital percebe que as coisas estão um tanto diferentes, ou erradas.

Desde o acidente Ever passou a escutar os pensamentos e enxergar as áureas das pessoas e com apenas um toque ela pode saber tudo o que a pessoa ou objeto esconde, conhecendo todo o seu passado. É meio esquisito, ela odeia seus dons, e não os aceita de maneira nenhuma, portanto mantém em segredo suas habilidades.

Ever, então, vai morar com sua tia, em Orange Beach, e lá passa a ter uma vida completamente diferente da que tinha antes. Passa a se esconder embaixo de moletons e capuzes, e só tem dois amigos, tornado-se exatamente aquilo que tanto julgava ser esquisito na sua antiga vida. E para piorar seu grau de loucura, Ever consegue entrar em contanto com sua irmã mais nova que morreu no acidente. Ela já estava passando a aceitar o que acontecia com sua vida, ate que o charmoso, irresistível e misterioso Damen August aparece em sua escola, mudando tudo o que ela acreditava e pensava ser verdade. E então ela descobre que não é exatamente aquilo que pensava a ser, descobre o que desencadeou a possessão de seus dons, e também recebe uma verdadeira dose de emoção na sua vida. Descobre um novo mundo.

Vou parar por aí, já falei demais, eu sei. Bom, mais isso é apenas o primeiro livro da série, que tem seis livros no total. Não sei exatamente o que a autora tanto tem em mente, mas sei que o segundo livro da série – Blue Moon (Lua Azul), não sei qual é o motivo pela obsessão por luas, mas vou descobrir – está por vim no primeiro semestre do ano de 2010 aqui no Brasil, enquanto nos EUA foi lançado a pouco tempo o terceiro livro da série – Shadowland [sem tradução, mas seria alguma como Terra da Sombra].

Bom, eu já li o livro, me apaixonei. É interessante e é um bom consolo para os fãs que se sentem abandonados pelo fato da série… aff estamos falando de Os Imortais, certo. Bom, eu achei o livro bacana, é engraçado em algumas partes, e é bem mais real que muitos outros que abordam a imortalidade e usam adolescentes como principais personagens. O protagonista misterioso chega ate a dar raiva na gente, eu realmente achei que ele fosse vilão ou um cara muito chato. E ela, a Ever, não é exatamente um modelo a ser seguido, mas é um modelo perfeito de muitos jovens que vivem nas mais demasiadas partes do mundo.

Essa é a minha indicação do momento. O livro é da editora Intrinseca, tem uma capa bacana, e é feito com um material muito bom. E como de costume, para deixar aquele gostinho, no fim do livro você encontra o primeiro capitulo de Lua Azul.

Espero que curtam a dica, e que gostem do livro.

Beijos da Emy, e até.


Olá!

04/12/2009

O Readers’ Tip está aberto! Nenhuma dica hoje, desculpe. Passe amanhã aqui 🙂

Abraço, Sett.